VANE E OS FERIADOS CATÓLICOS

Do Blog do Gusmão

Vane o o bispo de Itabuna, Don Ceslau Stanula, antes da eleição

A vinculação do prefeito de Itabuna com o protestantismo tem rendido discussões entre muitos itabunenses.

Vane tem se recusado a participar de eventos profanos, a exemplo da tradicional Lavagem do Beco do Fuxico. Também não esteve presente na católica Procissão de São José (padroeiro da cidade).

Acima do político, eleito por pessoas de indistintas religiões, Vane coloca o homem de fé específica (o estado é laico, o homem público não).

A postura (um direito individual) tem gerado boatos.

Nessa semana, funcionários públicos do município questionam o prefeito por não decretar ponto facultativo na próxima quinta-feira, 28, véspera da Sexta-Feira da Paixão, feriado nacional e católico.

Alguns servidores dizem que o gestor, membro da Assembléia de Deus, não quer adiantar o início do feriadão por discordância religiosa.

Por se tratar de um boato, é possível que não seja verdade. Talvez Vane queira mais trabalho dos funcionários, mais atenção com o povo.

Porém, a rejeição a manifestações culturais fora do mundo protestante e o fato de estar rodeado de pastores reforçam a boataria.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation