TÁ COM DOR DE COTOVELO? VEJA LARA

Lara, filme dirigido por Leandro Afonso e rodado em Ilhéus

Finalmente, foi divulgado o cartaz oficial de Lara, curta metragem de Leandro Afonso gravado integralmente em Ilhéus, na avenida Soares Lopes e nos arredores do centro da cidade. O filme também marca o retorno do diretor, pelo menos momentâneo, à região cacaueira.

Nascido em Salvador, onde dirigiu Nunca Mais Vou Filmar (2012), seu filme anterior, ele voltou a viver rotina semelhante à de 2008, quando fez Do Goleiro ao Ponta-esquerda (2008), documentário sobre a seleção de Itabuna dos anos 60 que apresentou como projeto de conclusão do curso de Comunicação Social da Uesc, onde ele montou Lara.

No seu terceiro curta metragem, Leandro retorna às relações interpessoais. Se em Nunca Mais Vou Filmar (2012) a sinopse era “em Salvador, homem que bebe reencontra mulher que fuma”, a de Lara é “com dor de cotovelo, homem procura mulheres”.

No entanto, ele adianta que os dois não se assemelham muito. “Pra mim, eles pouco se parecem. Existe a questão de homem e mulher, algo que me atrai e me instiga, mas para aí. Câmera, ritmo e abordagem são diferentes”.

Equipe

Em Lara, Leandro trabalhou com uma equipe reduzida e formada basicamente de universitários. “90% da equipe técnica estuda ou estudou na Uesc. E 100% do elenco faz ou fez Uesc”, diz ele, que fala ainda sobre a vinda do filme para cá.

“Em 2009 trabalhei como editor na Ícone (Áudio e Vídeo), de onde só saí para Salvador. No meio de 2012, tinha um roteiro pronto e uma equipe fechada, mas deixei o trabalho onde estava, decidi que o filme era prioridade e voltei para cá. Fui na Ícone e conversei com Jean (Paul Ferraz, um dos sócios), e com Camila (Bahia, produtora), e os dois terminaram de abraçar projeto. Com eles, percebi que já tinha uma base segura pra poder fazer um filme bacana”, frisa Leandro. “Depois foi adaptar parte da história de Salvador para Ilhéus, ter as dores de cabeça tradicionais de produções independentes, filmar e montar.”

Sobre o lançamento, Leandro admite que vai fazer uma exibição em Ilhéus. “Até o final do mês essa data vai ser divulgada”. Quando questionado sobre exatidão, ele desconversa, mas dá uma base. “Não vai ficar pro Natal, não. Até junho ou julho quero exibir o filme aqui”.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation