Projeto inclui a Ceplac na Ciência e Tecnologia

O diretor Jay Wallace apresentou o projeto aos servidores

O diretor Jay Wallace da Silva e Mota anunciou, nesta sexta-feira (2), que a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), passará a ser incluída, a partir de 2012, na carreira da Ciência e Tecnologia. O Governo Federal protocolou na Câmara dos Deputados, no dia 31 de agosto, Projeto de Lei (PL) nº 2203/2011, dispondo sobre servidores do Inmet, Ceplac e mais 25 instituições.

O anúncio da medida aos servidores aconteceu em reunião no auditório Hélio Reis de Oliveira, do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec), Superintendência de Desenvolvimento da Região Cacaueira da Bahia. “Merece o registro de que o Governo considera a Ceplac órgão essencial às políticas públicas, a partir do encaminhamento do PL ao Congresso Nacional, já que os servidores passarão integralmente para a Ciência e Tecnologia, ou seja, carreiras típicas de Estado”, sustentou.

Jay Wallace fez um histórico da luta dos servidores da Ceplac por melhorias, mas ressaltou que só agora são colhidos os resultados de ampla articulação com os ministérios da Agricultura e Planejamento envolvendo suas representações e a direção da instituição. Somente servidores lotados e em efetivo exercício na Ceplac gozarão os benefícios, enquanto permanecerem nesta condição. Novos servidores que vierem a ser contratados por concurso público estarão automaticamente enquadrados.

O economista Carlos Eduardo Calazans, um dos coordenadores do Grupo de Trabalho (GT) que há três anos se mobiliza e mantém permanentes contatos com autoridades, disse que 99% do pessoal da Ceplac está no nível Especial III e certamente aferirá mais vantagens em relação a outros grupos de servidores e instituições. “A luta apenas está começando, mas é essencial dizer que, dessa forma, se assegura o futuro da instituição na sua missão de promover o desenvolvimento rural sustentável das regiões produtoras de cacau. Vamos continuar mobilizados e lutando durante a tramitação do PL no Congresso Nacional”, disse.

O encontro foi aberto pelo diretor Jay Wallace da Silva e Mota que desfez rumores sobre eventuais mudanças na Superintendência da Ceplac na Bahia. “Tudo não passou de mal entendidos, cujos vazamentos geraram notas em jornais. Nos reunimos com colaboradores da Superintendência e reafirmamos o respeito que temos por cada um deles. As coisas foram esclarecidas e as relações estão fortalecidas. Tudo continuará como está até que a situação seja definida pelo novo ministro da Agricultura que, certamente, deverá nomear sua equipe, o que é natural no serviço público, principalmente quando há mudanças de Governo”, explicou.

O superintendente Antonio Zozimo de Matos Costa considerou suficientes os feitos durante o encontro com os servidores no auditório do Cepec. “A Ceplac é muito maior do que todos nós e o desejo é que permaneça atuando por muito tempo, esteja quem estiver na sua direção, inclusive o doutor Jay pela pessoa leal que é. Aliás, nós e ele somos servidores de carreira e sempre estaremos aqui. Quero deixar bem claro que nossa amizade continua sem qualquer arranhão. A Ceplac vislumbra algo muito mais forte para o futuro, com Plano de Cargos e contratação de pessoas e projetos voltados para a lavoura cacaueira”, concluiu.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation