PREFEITO DE CANAVIEIRAS SUBMETE PACIENTES À HUMILHAÇÃO

PREFEITO DE CANAVIEIRAS SUBMETE PACIENTES À HUMILHAÇÃO

Apesar de a prefeitura ter em sua frota um Renault Master, que desfilou pelas ruas da cidade, o transporte é feito numa lata velha

Os pacientes de Canavieiras que fazem hemodiálise em Ilhéus estão sendo submetidos a uma verdadeira humilhação para conseguir fazer esse tipo de procedimento de saúde. Para realizar as viagens – três por semana – os pacientes, divididos em duas turmas, são obrigados a embarcar num micro-ônibus em péssimas condições mecânicas, com pneus carecas e descapados e sem pneu sobressalente (estepe).

Nesta quarta-feira (16) a situação ultrapassou todos os limites do bom senso e a lata velha, na volta de Ilhéus, quebrou antes de Una, fazendo com que os passageiros (pacientes que recomendam cuidados especiais) tivessem que conseguir uma carona até a cidade de Una. Mais tarde, quando a lata velha locada à empresa MaqLux chegou, o motorista solicitou o embarque dos pacientes, garantindo que o pneu não voltaria a furar.

Por exigência dos pacientes, o motorista telefonou para a prefeitura, contando a situação e pedindo que o carro novo, e foi enviado um micro ônibus-escolar ao encontro deles. O percurso de Una a Canavieiras foi feito com muito cuidado e devagar, até que no km 18 apareceu o micro-ônibus do transporte escolar, para fazer a transferência dos pacientes.

Além da reclamação acerca do péssimo estado de conservação do micro-ônibus, os pacientes de hemodiálise reclamam que na segunda-feira (14), o veículo em que embarcaram se encontra cheio de baratas. Os pacientes também reclamam que têm de fazer todo o percurso num veículo impróprio, com as poltronas inadequadas, bem como outros tipos de problemas.

No facebook de um dos pacientes encontramos esse texto, que é mais do que uma reclamação e chega a ser um pedido de socorro.

Em primeiro lugar, como cidadão canavieirense e paciente renal crônico, quero deixar aberto meu repúdio frente a Secretaria Municipal de Saúde de Canavieiras, pois este setor vem constantemente agindo com covardia e falta de respeito com os PACIENTES DA HEMODIÁLISE quando se trata em transportar-nos.

Apesar de ter no Município uma Van Master nova (que foi exibida em desfile pelas ruas da cidade), o setor de Saúde de Canavieiras vem substituindo o carro municipal novo por um micro-ônibus locado bastante usado (Com poltronas inapropriadas para pacientes em tratamento de saúde. Sem espaço para as pernas, sem reclinação adequada nas poltronas, sem refrigeração principalmente a pacientes que não podem ter o privilégio de consumir água para amenizar o calor).

Eu chamo de covardia. Saber que a grande maioria dos pacientes da hemodiálise não podem ficar pagando para ir fazer o tratamento em Ilhéus, e a grande maioria dos pacientes possuem idade avançada e precisam até de acompanhantes, não termos como recusar ir com esse micro-ônibus principalmente no primeiro dia da semana, como hoje.

É uma covardia colocar um senhor ou senhora de 70 anos, paciente renal, que sai durante a madrugada para cuidar da saúde, dentro de um micro-ônibus totalmente inadequado para transportar pacientes principalmente quando o retorno destes não há qualquer garantia que iremos voltar bem após dialisar. É um tratamento vital mas sem garantia de sair bem todas as vezes.

O que me faz lembrar outra enorme falta de respeito do Setor Municipal de Saúde. Na sexta-feira passada (09 de novembro), alguns pacientes ficaram em observação, e um deles precisou ir até o hospital Costa do Cacau após sair da clinica de hemodiálise. Ocorre que o Município de Canavieiras deixou claro sua falta de sensibilidade quando se trata da hemodiálise, ao deixar o motorista e os pacientes renais sem poder vir embora pois não havia nenhum veículo no Município para buscar um paciente que precisava de atenção especial (paciente renal, como deficiência visual, com locomoção com auxílio de cadeira-de-rodas). Para melhor entender, das 11 horas da manhã até 17 horas, alguns pacientes ficaram sem poder voltar para casa após tratamento pois a Secretaria de Saúde de Canavieiras aparentemente acha a redução dos custos mais importante que a vida dos cidadãos. Situação que não é a primeira vez que acontece.

Desculpe-me se o texto está desconecto, é que hoje tive que sacrificar minha hemodiálise, pois estou também em tratamento de coluna, e viajar com o infame micro-ônibus seria bem pior para minha saúde. Sim, hoje não teve van, teve o micro-ônibus.

Converse com alguém da hemodiálise, saiba o quão difícil é manter-se sobrevivendo para alguns.

Tenho fé em Deus que um dia nós cidadãos seremos respeitados dignamente.

Abraço e bom dia!

 

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation