Prazeres da Mesa

ARROZ DE FRUTOS DO MAR À MODA DE URUÇUCA

Arroz de frutos do mar, um prato de preparo simples e bem gostoso

Essa é para ouriçar o meu amigo Antônio Eduardo Moura, considerado um bom prato, ou um bom garfo, como queiram. Sei que ele não vai ficar muito contente, até porque é um prato que se faz “jogando conversa fora”, do jeito que ele gosta, com muita cerveja. Mesmo sem sua presença, entre um gole e outro de whisky, já que estava bastante gripado, iniciei o preparo de um arroz com frutos do mar.

A bem da verdade, de frutos do mar mesmo só tentáculos de lula (a legítima) Todarodes sagittatus (Lamarck, 1798. Família: Ommastrephidae, e mexilhões. Mas não precisa de outros mariscos, a não ser que estejam à mão, ou seja uma exigência do freguês, ou convidado. Fica de bom tamanho, desde que bem temperado e preparado de acordo com as exigências do arroz arbóreo que compõe o prato.

Mas quando me lembro do amigo Antônio Eduardo Moura, não é apenas para deixa-lo com água na boca, mas porque esse é um prato que se prepara calmamente, “jogando conversa fora”. Entre um gole e outro o olho nas panelas é necessário, pois os procedimentos são fáceis, mas feitos em sequência, para não perder o “time”.

De início, após a limpeza (lavagem) dos tentáculos e dos mexilhões, é importante a incorporação do suco de limão. Após 10 minutos, se coloca os tentáculos de lula e refoga-se no azeite bem quente, com alho e cebola. Frito, coloque tomate e pimentão cortados em pedaços bem miúdos. Em seguida acrescenta-se água e deixa fervendo por 20 minutos. Daí, pode se colocar na mesma panela os mexilhões e deixar fervendo por 10 minutos, com água, o bastante.

Em outra panela, coloque o azeite, alho e cebola, em seguida o pimentão, tomate e o arroz arbóreo. Refogue bem mexendo sempre até fritar. Vá acrescentando, aos poucos, a água que cozinhou parcialmente os frutos do mar. Acrescente o sal, sementes de coentro esmagadas na mão, pimenta e cominho, açafrão (caso queira) e deixe ferver por mais 15 minutos.

Lembre-se que a água deve ser acrescentada aos poucos, de acordo com a fervura do arroz (água que cozinhou a lula e os mexilhões), da mesma maneira ou no mesmo tempo em que completa os copos com cerveja. Para melhor incorporação dos frutos do mar no arroz é preciso, sempre que colocar a água, mexer a porção, acrescentando pimenta biquinho.

Cozido, melhor ao dente, forre uma travessa com alface, coloque o arroz com frutos do mar e adorne com mais pimentas biquinhos em conserva e azeitonas pretas ou verdes de acordo com a conveniência ou o que tem à disposição e folha de coentro. Depois é somente sentar à mesa e dar continuidade aos comes e bebes da domingueira.

É um prato de fácil preparo e que não precisa, necessariamente, de outros acompanhamentos. Basta sentar e comer, degustando uma boa e bem gelada cerveja, ou a bebida de preferência dos convidados.

INGREDIENTES

– UMA XÍCARA E MEIA DE ARROZ ARBÓREO;

– 200 GRAMAS DE MEXILHÕES;

– 300 GRAMAS DE TENTÁCULOS DE LUA;

– DOIS DENTES DE ALHO;

– MEIA CABEÇA DE CEBOLA;

– MEIO PIMENTÃO (PEQUENO);

– UM TOMATE;

– UMA PITADA DE PIMENTA E COMINHO;

– 30 SEMENTES DE COENTRO;

– PIMENTA BIQUINHO A GOSTO;

– AZEITONAS;

– SAL A GOSTO

– FOLHA DE ALFACE;

– FOLHAS DE COENTRO.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation