PF INVESTIGA FRAUDE NO CADASTRAMENTO DE ELEITORES

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (26) a Operação Face Dupla, com o objetivo de apurar fraude no cadastramento de eleitores, junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, com uso de documentos falsos, o que possibilitaria mais de um título de eleitor por indivíduo.

A investigação teve início após o Tribunal Superior Eleitoral ter detectado coincidência de dados biométricos no cadastro de alguns eleitores do Estado, indicando que uma mesma pessoa, com nomes distintos, teria mais de uma inscrição eleitoral.

A operação contou com doze policiais federais que cumpriram simultaneamente três mandados de busca e apreensão nas cidades de Vitória, Cariacica e Viana com foco na obtenção de elementos de prova que possibilitem identificar o envolvimento de terceiros na fraude, em especial os fornecedores dos documentos que permitiram o cadastramento eleitoral fraudulento.

Os investigados, num total de 10, responderão pelo crime de inscrição fraudulenta de eleitor, falsidade ideológica e uso de documento falso, com penas que somadas podem chegar a 15 anos de reclusão.

Author Description

Walmir Rosário

No comments yet.

Join the Conversation