Obras no Aterro seguem e remoção dos catadores será realizada dia 9

Aterro do Itariri, em Ilhéus, substitui o lixão

Até próxima semana, técnicos da Prefeitura de Ilhéus, que atuam diretamente no projeto de requalificação do Aterro Sanitário, estarão coordenando o processo de logística para efetivar a remoção dos catadores que ainda residem no local. A saída deve ocorrer no dia 9, data definida após reunião entre o prefeito de Ilhéus, Newton Lima e representantes da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Conder), Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), ONG Nossa Ilhéus e da Itatiaia Engenharia.

Na última sexta-feira (27), o prefeito de Ilhéus, Newton Lima enviou ofício à diretora do Conder, Lívia Gabrielli de Azevedo, com uma série de ações que serão desenvolvidas já nesta semana, visando viabilizar a finalização das obras de requalificação do Aterro Sanitário do Itariri. Além da remoção, a Prefeitura de Ilhéus também vai disponibilizar 80 cestas básicas mensais e uma bolsa auxilio, como forma de complementação de renda no valor de R$ 320,00, até o fim do ano; entrega das casas do Programa Minha Casa Minha Vida e um auxílio moradia no valor de R$ 187, 00 (cento e oitenta e sete reais) para os trinta e quatro catadores inscritos no programa. Também ficou a cargo do governo municipal discutir a possibilidade de transferência dos filhos dos catadores que estudam no Itariri para o Couto, mediante entrega da listagem dos estudantes.

Disponibilizar, junto às empresas de transporte Urbano local a viabilização do cartão especial com redução diária de quatro para duas passagens visando o deslocamento dos catadores para o Aterro do Itariri para trabalhar no Galpão de Triagem de Resíduos Sólidos também faz parte da programação das atividades previstas para serem executadas dentro do cronograma estipulado pelo governo municipal. De acordo com a prefeito de Ilhéus, Newton Lima, “as obras de requalificação do aterro, não se restringem penas a parte física e funcional, mas, sobretudo a inserção socioprodutiva dos catadores de materiais recicláveis, conforme as preconizações da Política Nacional de Resíduos Sólidos”.

O prefeito de Ilhéus destacou ainda que as ações assumidas pela Prefeitura emergiram de uma discussão ampliada com a participação e pactuação da Coolimpa, Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis, Sociedade Civil de Ilhéus (Nossa Ilhéus), Ibam e Prefeitura Municipal (Secretarias de Planejamento, Assistência Social e Trabalho, Desenvolvimento Urbano, Administração e Controladoria) “numa perspectiva democrática, transparente e altamente participativa e digna para todos os envolvidos”.

As obras de implantação da parte física do aterro sanitário, realizada pela empresa Itatiaia, vencedora da licitação pública, devem ser concluídas em breve. Mas a empresa – conforme o contrato – ficará na administração do aterro até o mês de dezembro, na fase de pré-operação. E o resultado de todo esse trabalho já avançou bastante, já que atualmente nenhum lixo fica exposto no aterro sanitário do Itariri. Todos os resíduos são colocados nas células específicas, onde são separados e logo após aterrados.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation