O BECO É DO POVO COMO O ABC É DO CABOCLO

Os clientes chegaram para mais a sessão histórica de batidas no ABC da Noite

Faltou Beco e sobrou Fuxico na comemoração dos 50 anos do ABC da Noite. Centenas de abecezeiros lotaram o tradicional espaço da boêmia itabunense para dar um abraço no Caboclo Alencar e aproveitar a boca livre que só acontece a cada 50 anos, com direito a batidas, vinho, salgados e bolo de aniversário, tudo ´de grátis`.

A festa teve direito a placas comemorativas, discurso (só do Caboclo),  exibição de um documentário sobre o ABC da Noite e muito fuxico, já que estamos em ano eleitoral e por lá passaram e conversaram animadamente juçaristas, azevedistas e vanistas. Todos, acima de preferencias políticas, futebolísticas e outros “íticas”, amigos de Alencar e fiéis às incomparáveis batidas do ABC da Noite.

Gabriel Nunes descerra a segunda placa do ABC da Noite

Uma noite tão especial que o Caboclo, irredutível no horário de abertura de fechamento do ABC. Teve que fazer hora extra.

No final da festa, querendo espantar os abecezeiros que queriam esticar o ágape até altas horas, o Caboclo Alencar apareceu na rua com um fornido prato de salgadinhos e, mais Caboclo do que nunca, perpetrou:

-Comam ai que sobrou e eu ia jogar fora mesmo…

DO Blog do Thame

 

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation