MP INSTAURA INQUÉRITO PARA APURAR CONDUTA DE EMPRESÁRIO

O Ministério Público estadual requisitou a instauração de inquérito policial para apurar a conduta do empresário Cláudio Henrique do Vale Vieira, que teria ignorado as recomendações das autoridades de Saúde para isolamento e quarentena ao realizar viagem a Trancoso, mesmo após ter sido diagnosticado com o coronavírus. O documento foi enviado quarta-feira (18), pela promotora de Justiça Michelle Roberto Souto ao Delegado de Polícia Titular da 2ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, Valfredo Borges Lima Neto.

Segundo representação da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), que baseou a requisição, Cláudio Henrique fez o exame na cidade de São Paulo, no Hospital Albert Einstein, na quarta-feira (11), com confirmação do resultado positivo. No dia seguinte, (quinta-feira, 12), viajou para o distrito de Trancoso, em Porto Seguro, em aeronave particular, acompanhado de 15 pessoas. Ele permaneceu no local, numa casa de praia, por alguns dias, sem qualquer isolamento, junto à esposa e filha, outros familiares, amigos e nove funcionários. Após o contato, foi constatada contaminação do coronavírus em duas pessoas que estiveram com Cláudio Henrique.

No documento, a promotora de Justiça Michelle Souto pede que sejam identificados e ouvidos todos os funcionários que trabalharam na residência de veraneio, médicos que atenderam Cláudio Henrique, agentes de vigilância epidemiológica do município, piloto e co-piloto da aeronave e demais pessoas que tiveram contato direto com ele, como atendentes da praia.

Author Description

Walmir Rosário

No comments yet.

Join the Conversation