MORTOS E FERIDOS NO INCÊNDIO DO CT DO FLAMENGO

Um incêndio de grandes proporções no Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio, deixou pelo menos 10 mortos, no fim da madrugada desta sexta-feira. Há ainda três pessoas feridas, uma delas em estado grave. Cauã Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, Francisco Diogo Bento Alves, de 15, e Jonathan Cruz Ventura, 15, foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ainda não há informações de qual deles é o mais grave.

O incêndio aconteceu no alojamento dos jogadores da base do clube, que recebe atletas de 14 a 17 anos. O CT George Helal também é o local de treinamento da equipe profissional do Rubro-Negro.

“Todas as vítimas estavam dormindo. Quando chegamos aqui, o fogo estava restrito ao alojamento. Segundo funcionários, todos os mortos são jogadores da categoria de base. Não sabemos informar a identificação dessas vítimas. Os corpos ainda permanecem no local à espera da perícia. Fizemos o rescaldo e fogo foi contido às 6h30min”, afirmou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Douglas Henaut.

O combate ao fogo foi feito por agentes dos quartéis do Corpo de Bombeiros da Barra e do Recreio, que foram acionados pouco depois das 5 horas. Pelo menos três veículos da corporação foram usados no caso, além de diversas ambulâncias. Ainda não há informações da identificação das vitimas fatais e do que levou às chamas.

Treino cancelado

Havia um treino dos jogadores profissionais marcado para as 9h30min desta sexta, mas foi cancelado por causa da tragédia. O Flamengo tem um clássico marcado contra o Fluminense pela semifinal da Taça Guanabara, às 19 horas deste sábado.

A sede do clube, na Gávea, na Zona Sul do Rio, está interditada desde a noite de quarta, quando um temporal atingiu o Rio. “Devido às fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro na noite de quarta-feira e durante a madrugada, várias áreas da sede do Clube de Regatas do Flamengo foram afetadas. As equipes de Patrimônio e Fla-Gávea estão realizando vistorias para ter a real dimensão dos danos causado

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation