MORRE ADELINDO KFOURY, O MAIOR HISTORIADOR DE ITABUNA

Faleceu na manhã deste sábado (8), em Salvador, o historiador e jornalista  itabunense Adelindo Kfoury Silveira.  Ele se encontrava internado no Hospital Santa Izabel, em Salvador, se restabelecendo de uma cirurgia cardíaca, mas sofreu algumas complicações renais. A causa-morte foi apontada como falência múltipla de órgãos.

Adelindo Kfoury era um homem com vasto curriculum e devotado às causas sociais brasileiras, especialmente da região cacaueira, onde encetou e participou de muitas campanhas pelo desenvolvimento regional, notadamente na Maçonaria e no Rotary Clube. Após sua aposentadoria na Ceplac, onde exerceu vários cargos, inclusive o de chefe da Relações Públicas, se dedicava às palestras, viajando por todo o Brasil.

Como historiador se destacou por ser o maior conhecedor da história regional e abrigar o maior acervo histórico de Itabuna. Colunista do CIA DA NOTÍCIA, escrevia seus relatos em forma de carta, onde emitia sua opinião acerca dos mais variados temas. Sua morte abre uma lacuna sem precedentes no jornalismo e na história de Itabuna e do Sul da Bahia.

Mesmo residindo em Salvador, Adelindo nunca deixou de colaborar com os jornais itabunenses, a exemplo dos jornais Agora e A Região, além de ser um dos membros da diretoria da Fundação Jupará. Membro da Academia de Letras de Ilhéus, deixou uma vasta obra, com livros sobre a história regional e romances.

Adelindo foi o coordenador dos eventos comemorativos do Cinquentenário e Itabuna e também participou ativamente das comemorações do Centenário de Itabuna. Além de colaborar com a elaboração de eventos, ainda promoveu diversas palestras (como a  da foto) em várias instituições.

 

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation