MÉDICOS EM GREVE NO HOSPITAL COSTA DO CACAU

A paralisação é uma das ações empreendidas pelos médicos, que não receberam os honorários pelos serviços prestados desde outubro

O hospital somente atende a urgência e emergência enquanto não for feito o pagamento

O Corpo Clínico do Hospital Regional Costa do Cacau divulgou nota sobre a decisão tomada na assembleia realizada nesta segunda-feira (7), para analisar e buscar uma solução em relação ao atraso no pagamento dos honorários Segundo os médicos, eles estão sem receber os serviços dos meses de outubro, novembro e dezembro, além do percentual de 22% relativos ao mês de setembro do ano passado.

Para tomar essa decisão, os médicos se reuniram com representantes da direção do hospital, da empresa gestora – Instituto Gerir, do Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb), Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Sindimed, Ministério Público do Trabalho e Promotoria de Justiça de Ilhéus. Em vista do atraso, resolveram interromper as atividades eletivas médicas no hospital, garantindo, entretanto, o atendimento de urgência e emergência nas especialidades ofertadas.

Segundo a nota divulgada pelos médicos e assinadas pelo diretor técnico Cláudio Moura Costa e o diretor clínico Cleber Cândido, esse regime de funcionamento será mantido até o dia 25 de janeiro de 2019, prazo dado pelos gestores do hospital para o pagamento. Nesta data, será realizada uma nova reunião com as partes envolvidas para avaliar o novo cenário.

Em vista da paralisação, os atendimentos não emergenciais e ambulatoriais deverão ser encaminhados para outras unidades da rede pública, a exemplo das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e prontos-socorros. Em nota, a Sesab informou que está com os pagamentos do hospital em dia, tendo o último, no valor de R$ 5.328,00, tendo sido pago no dia 11 de dezembro de 2018, transferindo a responsabilidade ao instituto Gerir.

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation