Maramata elabora projeto para limpar canais

Antônio Olímpio ressalta a importância de conscientizar a população

O presidente da Fundação Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), Antônio Olímpio, apresentou ao prefeito de Ilhéus, Newton Lima, projeto de Limpeza do Canal do Jacaré, que corta parte do bairro do Malhado. Segundo Antônio Olímpio, o projeto deverá ser executado de forma integrada com as secretarias do Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e de Infraestrutura.

Segundo explicou Antônio Olímpio, a operação conjunta tem o objetivo de conscientizar a população da vizinhança para preservar o canal e conservá-lo sem os detritos que são comumente jogados nele. “Infelizmente, o canal se transformou num depósito de lixo e objetos dos mais diversos, a exemplo de pneus, móveis velhos e outros materiais, prejudicando o meio ambiente”, informa.

De acordo com o projeto, o trabalho de limpeza será precedido de contatos com os moradores, conscientizando-os através de cartilhas e outras publicações com o objetivo de esclarecer a população sobre a importância de manter o meio ambiente livre de todos os tipos de poluição. Também serão elaborados vídeos educativos, que serão apresentados às comunidades dessas áreas.

O canal do Jacaré possui um comprimento de 937 metros, com largura média de lâmina de água de 8,5 metros, com superfície estimada de 12 mil metros quadrados. O trabalho consiste na raspagem de todo o leito do canal, retirando cerca de 1.200 metros cúbicos de detritos – cerca de 200 viagens de caminhão basculante com capacidade de transportar seis metros cúbicos.

Segundo a programação, a retirada dos detritos deverá ser feita em cerca de nove dias, obedecendo ao horário das marés. “A tabela dos dias de trabalho deverá será elaborada duas horas antes do nível final da maré e duas horas após o nível final da maré, para ter um melhor aproveitamento”, ressalta o presidente da Maramata, Antônio Olímpio.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation