JUAREZ VICENTE E EDUARDO ANUNCIAÇÃO NUM BOTECO CHAMADO ETERNIDADE

Daniel Thame*

Num curto intervalo de tempo Itabuna perdeu duas grandes figuras humanas. A morte dos jornalistas Juarez Vicente e Eduardo Anunciação não apenas deixa uma lacuna na imprensa regional, como nos priva de pessoas com que valia a pena conviver, ainda que fosse um papo descompromissado na mesa do Katiquero ou no balcão do ABC da Noite, em torno de um copo cheio que esvaziávamos com pompa, zelo e circunstância..

Juarez e Eduardo, jornalistas de proa, eram também bons bebedores, boêmios das antigas, misto de jornalistas e poetas, apaixonados pelo que faziam e que viveram a vida com intensidade.

Juarez e sua paixão, o jornalismo

Vão fazer falta  neste chão grapiúna,  mas com certeza tornaram mais alegre esse boteco chamado Eternidade, onde a vida segue noutra dimensão.

Eduardo e sua velha e boa companheira, a maquina de escrever

Um brinde a Juarez, um brinde a Eduardo.

E vivamos enquanto vivemos…

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation