ITABUNA TERÁ ACADEMIA DE LETRAS

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc) está conduzindo o processo para a criação da Academia Grapiúna de Letras, cujo patrono será o  falecido escritor Jorge Amado. Uma comissão para a deliberação e aprovação do estatuto da futura entidade já foi formada. A academia terá 40 cadeiras de patronos cujos nomes serão escolhidos pelos membros da comissão.

A academia pretende abrigar intelectuais que tenham nascido em Itabuna e residam aqui ou na região. O nome de Jorge Amado foi escolhido como um justo reconhecimento ao romancista mais popular do Brasil e mais traduzido no mundo e que nasceu em Itabuna, no bairro de Ferradas.

A comissão deliberativa é formada pelos juizes de direito Marcos Bandeira e Antônio Laranjeira, promotor público Carlos Eduardo Passos, escritor Cyro de Mattos, chefe de Gabinete da Prefeitura de Itabuna, Ivan Montenegro, jornalista e escritor Ramiro Aquino, professor Ruy Póvoas e o acadêmico em Direito, Vercil Rodrigues.

O grupo se reunirá temporariamente na sede da Ficc e terá o prazo máximo de 40 dias para aprovar o estatuto de fundação, o regimento interno e registrar a entidade junto ao Cartório de Registro Público competente.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation