Ilhéus sedia encontro de museus

O evento traz a Ilhéus autoridades sobre o assunto

Com o tema “Museu, Território e Inclusão Sociocultural”, o 3º Encontro Baiano de Museus será realizado entre os dias 21 e 23 de setembro em Ilhéus. O evento é uma realização da Secretaria da Cultura da Bahia através da Diretoria de Museus do Instituto do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) da Bahia e visa discutir políticas públicas que levem ao desenvolvimento e a melhoria do setor museológico, além de promover a troca de experiências entre profissionais da área.

A cidade de Ilhéus foi escolhida para sediar o encontro através de votação, vencendo a disputa travada com as cidades de Salvador e Cachoeira. Para o presidente da Fundação Cultural de Ilhéus, Maurício Corso, as expectativas são as melhores possíveis. “É um ganho cultural para a região que carece de mais informações sobre conservação, dinamização e difusão de seus acervos. Um evento dessa magnitude é tão importante quanto necessário para a atualização e requalificação dos profissionais do interior do estado e para a construção de políticas públicas para o setor”, afirma.

Temas em destaque – De 21 a 23 de setembro, serão discutidos temas diversos como inclusão sociocultural, acessibilidade e desenvolvimento comunitário. Além de palestras, serão realizados minicursos, reunião das Redes de Educadores em Museus e da Rede de Técnicos de Museus Universitários. O primeiro dia do encontro será dedicado à Conferência Setorial com a escolha dos delegados que irão representar os museólogos baianos na Conferência Estadual de Cultura.

A abertura acontece no dia 21 de setembro, às 8h30, no Teatro Municipal, com a participação do secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, do prefeito de Ilhéus, Newton Lima, do diretor-geral do Ipac, Frederico Mendonça, e da diretora de Museus, Maria Célia Moura Santos.

Entre os palestrantes estão o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Junior, o superintendente de Cultura e Desenvolvimento Territorial do Estado, Adalberto Santos, o diretor do Ibram, Mario Chagas, o professor José Claudio Alves de Oliveira, da Universidade Federal da Bahia e a convidada internacional do encontro, a museóloga mexicana Miriam Arroyo. Com larga experiência na área de museus e escolas comunitárias, ela falará sobre “Museu, Território e Inclusão Sociocultural”.

Equipamentos culturais – O 3° Encontro Baiano de Museus irá movimentar vários espaços de Ilhéus, como a Academia de Letras, a Casa Jorge Amado, o Memorial Misael Tavares, o Teatro Municipal, além do Teatro Pedro Mattos, na Casa dos Artistas, onde serão realizadas diversas atividades culturais. “Fizemos questão de realizar este encontro no interior para reforçar nosso objetivo de desenvolver políticas públicas que promovam a integração dos vários espaços museais existentes no estado”, afirma Maria Célia Moura Santos, da Diretoria de Museus.

Aqueles que estiverem no evento poderão, ainda, participar de três minicursos: Inclusão Sociocultural em Museus com Gabriela Aidar, coordenadora do Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca do Estado de São Paulo; Acessibilidade em Museus com Valéria Laena, do Memorial da Cultura Cearense, do Centro cultural Dragão do Mar (CE); e Museus, Territórios e Desenvolvimento Comunitário, com Miriam Arroyo.

Em 2010, o Encontro foi realizado em Salvador e contou com a participação de 48 instituições da capital e 31 do interior. Para este ano a expectativa é de superar este número. As inscrições para participar do encontro e dos minicursos estão abertas e podem ser feitas até 14 de setembro através do email encontrobaianodemuseus@gmail.com. Mais informações pelo telefone (71) 3117-6381.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation