ENCONTRO DISCUTE PLANO EDUCACIONAL DO TERRITÓRIO YBY YARA

Prossegue até esta quarta-feira (21) a 5ª Reunião Executiva do Território Etnoeducacional (TEE) Yby Yara/Bahia, que está sendo realizada no Hotel Barravento, em Ilhéus, entre as lideranças indígenas e educacionais, para a discussão do Plano de Educação do Território. Yby Yara significa dono da terra, em Tupi, e é a expressão que identifica o estado da Bahia no programa de territórios etnoeducacionais do Ministério da Educação.

O encontro reúne representantes do MEC, da Secretaria Estadual da Educação e da Funai, entre outros parceiros. De acordo com a coordenadora estadual de Educação Indígena, Rosilene Tuxá, esse encontro é resultado de uma construção anterior, desde o Decreto Federal nº 6.861, de 27 de maio de 2009, que estabelece a divisão do Brasil em territórios etnoeducacionais.

“Depois de superada a fase de implantação nos diversos estados do país, o momento é de realização das ações afirmativas, como é a definição do plano de educação. Vamos buscar propostas de encaminhamentos para as demandas educacionais para o período 2012/2013, que deverão ser apresentadas pelos representantes dos 15 povos indígenas que compõem o Território Yby Yara”, reforça Rosilene Tuxá.

Já a coordenadora de Educação da Funai em Ilhéus, Márcia Senger, chama a atenção para dois outros pontos do encontro: a elaboração do Regimento Interno do Território Etnoeducacional e a instauração da Comissão Executiva do TEE.

A cacique Tupinambá Maria Valdelice, coordenadora regional do Movimento Unido dos Povos Indígenas da Bahia (Mupoiba), diz que esse é um momento único para a educação indígena na Bahia. “O território Yby Yara é a garantia de uma educação escolar de qualidade aos povos indígenas da Bahia”, afirma.

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation