DIA DO MAÇOM É COMEMORADO NA CÂMARA DE ILHÉUS

Na sessão ordinária da terça-feira na Câmara Municipal de Ilhéus, maçons de várias lojas do município foram homenageados pelo Dia do Maçom, comemorado no dia 20 de agosto. A partir do projeto de lei nº 72/2017 de autoria do vereador Fabrício Nascimento, Ilhéus conta hoje com a Lei nº 3.915, que inseriu a data comemorativa no calendário cultural do município.

Ilhéus possui seis lojas maçônicas sendo elas L. M. Elias Ocké (Venerável José Diógenes Câmara Alves), L.M. Regeneração Sul Bahiana (Venerável José Antônio Ocké), L.M. Vigilância e Resistência (Venerável Gustavo Boniares), L.M. Universitária Harmonia e Fraternidade (Venerável Juliu Dias Guzmann), L.M Amparo e União (Venerável Vitor Alvarindo) e L.M. Sabedoria, Equilíbrio e Poder (Venerável Edson dos Santos). A sessão foi iniciada com o hino maçônico e em seguida os veneráveis de cada uma das seis lojas de Ilhéus receberam homenagem, no plenário Gilberto Fialho, através de uma Moção de Aplausos. Vale ressaltar que a Loja Maçônica Regeneração Sul Bahiana existe há 97 anos e abriga o Memorial da Maçonaria.

A lei foi criada para homenagear a instituição milenar que luta contra as desigualdades sociais e ao longo do tempo vem prestando um serviço de importância para a cidade, através de projetos sociais e ações beneficentes, seguindo os preceitos do respeito e da fraternidade. Os veneráveis José Diógenes Câmara Alves e Juliu Dias Guzmann utilizaram a tribuna da Câmara para e reforçar a importância filosófica da instituição e a luta que a mesma vem travando junto à comunidade, através de pequenos gestos, para que a sociedade seja mais justa, harmônica e altruísta. O vereador Fabrício Nascimento agradeceu a presença de todos e afirmou que é importante homenagear uma instituição que em muito ajuda os ilheenses através de ações solidárias e sociais.

MAÇONARIA

A Maçonaria é uma sociedade universal, cujos membros cultivam o aclassismo, a humanidade, os princípios da liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e aperfeiçoamento intelectual. A maçonaria admite que todo homem é livre e possui bons costumes, não faz distinção de raça, religião, ideário político ou posição social. Suas únicas exigências são que o candidato possua um espírito filantrópico e de buscar sempre a perfeição. O termo maçonaria é de origem francesa, e significa construção. O termo maçom é a versão em português do francês; maçonaria por extensão significa “associação de pedreiros”.

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation