Debate sobre limites ‘bomba’ no Facebook

Nunca se discutiu tanto sobre o desdobramento dos limites dos municípios entre Itabuna e Ilhéus. Até mesmo um grupo “Defendendo os limites de Ilhéus” foi criado no Facebook e é utilizado das mais diversas formas, recebendo sugestões de todos os tipos, algumas delas avançadas demais e que poderiam ser comparadas a resolver a questão “no braço”.

Nesta sexta-feira (4), em outro grupo do Facebook, o “Agora é a vez da Professora Carmelita e do PT de Ilhéus, a vereadora colocou mais lenha na fogueira da pré-campanha política a dizer que tudo começou com um ex-prefeito de Ilhéus que teria dado parte do território ilheense para Itabuna, de forma gratuita. Leiam, na íntegra, a postagem:

Ouvi, dias desses, um ex-prefeito de Ilhéus destilando arrogância e dizendo que, se fosse no tempo dele, Ilhéus jamais estaria passando este sufoco para preservar seus limites territoriais e evitar uma perda de território para Itabuna.

Mais uma vez, ele tenta manipular a população.

Pois bem, os marcos divisórios encontrados agora e que nos ajudaram muito a garantir nossos direitos, foram definidos em 1984 quando Ilhéus CEDEU parte do seu território a Itabuna.

Os mais velhos, por certo, devem lembrar que nossa divisa não era bem onde hoje estão situados o Makro e o Atacadão. Era bem mais adiante, próximo a um antigo Posto da Policia, a uns 300 metros de onde hoje começa a disputa.

Os limites de Ilhéus e Itabuna foram alterados em 1983, cujos trabalhos se encerram em 1984. O prefeito da época em Itabuna era Ubaldo Dantas. Os secretários de obras das duas cidades, Ruy Diógenes Rhem da Silva (Ilhéus) e Ronald Kalid (Itabuna).

Com a modificação dos marcos divisórios, Itabuna se beneficiou, diretamente e imediatamente, com um grande aumento no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que aumentou em 150%.

A negociação entre os prefeitos de Ilhéus e Itabuna à época se deu em função da conurbação entre os dois município, principalmente no bairro da Califórnia, que passou a pertencer a Itabuna.

O prefeito à época era justamente o político que hoje diz que, com ele, jamais aconteceria.

Aconteceu foi com ele!

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation