CARNAVAL MUITO COMPORTADO NO BERIMBAU

http://ciadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2019/03/Carnaval-dos-confrades.jpgCARNAVAL MUITO COMPORTADO NO BERIMBAU

Esperado com seu violão para animar o sábado de Carnaval na Confraria d’O Berimbau, o ex-músico Valdemar Broxinha não apareceu, sequer para retirar o seu cachê, prometido por Zé do Gás. Mesmo assim, os confrades não se intimidaram e apareceram fantasiados para brincar a folia de Momo nos moldes dos antigos carnavais de clubes, longe da bagunça das ruas e avenidas.

Um potente aparelho de som foi instalado no salão de festas da Confraria d’O Berimbau e os confrades não se fizeram de rogados e participaram do seu quase grito de Carnaval, com alegria e descontração. Nada de excessos, pois a concentração estava voltada para as bebidas e comidas, no primeiro sábado do mês, dia de “tiquinho”, com os litros de Seleta e cervejas bem geladas.

Até Zózimo, não o craque baiano irmão de Calazans (Fluminense), que jogou no São Cristóvão, Bangu, Esportiva de Guaratinguetá, Flamengo e Sport Boys do Peru, mas que recebeu o nome em homenagem ao craque, apareceu na Confraria d’O Berimbau, levado por Nelson Amarelão. Acostumado com a alegria dos carnavais do Rio de Janeiro, Zózimo relevou a não contagiante alegria dos confrades, por considerar que o encontro era voltado para a comida e bebida.

Para falar a verdade, o Carnaval da Confraria d’O Berimbau foi realizado em dois tempos: o primeiro com a fantasia para a foto, e o segundo com a chegada dos confetes e serpentinas, lembrança providencial de Bruno Melo. Mesmo assim, não houve nenhum demérito na pequena animação, haja vista como explicado ficou, que a preocupação principal foi com os comes e bebes e as notícias da amenidades.

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation