CAMPANHA DO CEBRAC APRESENTA PRIMEIROS RESULTADOS

A secretária municipal de Educação de Itabuna, professora Nilmecy Gonçalves, costuma dizer que “nenhuma conquista é individual; todas elas acontecem coletivamente”. Dentro dessa máxima, a Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), recebeu, no início do ano de 2019, a visita do empresário Jônatas Pinho, sócio-proprietário do Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac), para apresentar a proposta de realização, em parceria com a SME, de uma campanha que se converteria (e de fato se converteu) em duas vertentes importantes: educação ambiental e solidariedade.

O empresário explicou que essa mesma campanha já foi realizada em outras cidades do país onde estão instaladas franquias do Cebrac e que, a rigor do olhar social que a empresa mantém sobre as cidades onde elas estão instaladas, em Itabuna não poderia ser diferente. A partir daí a Secretaria Municipal da Educação – e sua equipe –, resolveu envolver, prioritariamente, na experiência piloto, as dez unidades escolares que contam com turmas de 9º ano do Ensino Fundamental. A partir daí, talvez nem nas melhores expectativas do Jônatas Pinho, idealizador da campanha, o seu alcance teria uma abrangência tão grande.

Estruturada em três níveis de ações, o “Eco Lacre Cebrac” foi organizado da seguinte maneira, tendo sido iniciada já no mês de maio: primeiro, todas as escolas participantes receberam urnas através das quais os estudantes (principalmente os de 9º ano), acondicionaram ali lacres de vedação de latas de alumínio. Semana a semana, mês a mês, equipes do Cebrac visitaram as escolas, fizeram a pesagem do que vinha sendo acumulado e converteram esses lacres em material para reciclagem para venda.

Segundo Pinho, ao longo dos três meses de arrecadações e pesagens, mais de 80 quilos de lacres foram acumulados, o que permitiu a arrecadação, com a venda dos lacres, de cadeiras de rodas. Como contrapartida, a escola que mais arrecadou lacres receberá um computador novo. E, na perspectiva da educação ambiental e da solidariedade, o Cebrac ainda promoveu entre os estudantes do 9º ano um concurso de resposta mais criativa para a pergunta “Por quê pensar no futuro é agir agora?”.

As parcerias, no entanto, não ficaram resumidas somente ao Cebrac e à SME. À medida que a campanha foi crescendo, se juntaram à ação a Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), através do seu diretor, Carlos Leahy; o 15º Batalhão da Polícia Militar; e ainda alguns empresários. Nas escolas, o envolvimento transpassou o empenho dos alunos de 9º ano e envolveu estudantes de outras séries, além dos integrantes das equipes gestoras, coordenadores pedagógicos, professores e funcionários. O Eco Lacre Cebrac reuniu, então, em Itabuna, quase 7 mil alunos, mais de 600 servidores, além da sociedade civil. E, dessa união, foram adquiridas 7 cadeiras de rodas que serão doadas para instituições do município.

Na última sexta-feira (30), duas dessas cadeiras foram doadas para a Fundação Dr. Baldoíno Azevedo. Reunidos na sede da fundação, estiveram o presidente de honra, o Dr. Baldoíno Azevedo, Jônatas Pinho, a professora Nilmecy Gonçalves, Carlos Leahy, o empresário Tarcísio Soares, o Major Fabio, a presidente administrativa da fundação Elba Dórea, a chefe de gabinete da SME, professora Conceição Lagariça, dentre outros.

Para Pinho, a parceria que foi feita com a Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria da Educação, foi muito positiva, pois a resposta vinda do poder público foi imediata e o envolvimento com as dez escolas municipais foi muito importante.

O presidente da CDL de Itabuna, Carlos Leahy, ressaltou que “além de fazermos as campanhas promocionais, nós sempre reservamos um percentual de ações para uma campanha filantrópica e, desta vez, não nos furtamos em nos juntarmos com o Cebrac, beneficiando algumas instituições como a Fundação Baldoíno Azevedo e o Abrigo São Francisco de Assis”, disse Leahy indicando que essa é uma maneira de devolver um pouco para a sociedade o que o comércio de Itabuna ganha.

Já o empresário Tarcísio Soares falou que ações com essa dimensão colocam em evidência valores importantes como o gesto de carinho, que cada vez que é feito, acaba por contagiar mais e mais pessoas, citando o exemplo de vida do Dr. Baldoíno Azevedo, a abnegação do Carlos Leahy, do Major Alberto Fábio Ferreira de Santana (que representou a Polícia Militar), da professora Nilmecy, etc; segundo ele, “tanta gente que se envolve e que cada vez mais motivam os empresários”.

O Major Alberto Fabio falou que a Fundação Dr. Baldoíno Azevedo é uma das tantas de Itabuna que apresenta necessidades urgentes de ajuda e auxílio e que o incentivo que chega, com todos os segmentos organizados, não poderia deixar de fora a PM, dando o total apoio, envolvendo inclusive estudantes do Colégio da Polícia Militar (CPM).

A Prefeitura de Itabuna e a SME esperam que a ação seja continuada, ainda em 2019, em outras unidades de ensino, podendo beneficiar uma quantidade maior de instituições. “Hoje, a gente fica feliz justamente porque essa campanha já está produzindo frutos de solidariedade, a princípio a Fundação Dr. Baldoíno Azevedo, mas com essa perspectiva de que seja estendida às outras instituições de caridade de nossa cidade. Vamos continuar arrecadando lacres de latinhas e vamos transformá-las em cadeiras de rodas”, sugeriu a professora Nilmecy Gonçalves.

O coordenador da campanha Jonatas Pinho indica que a segunda fase da campanha deva ser iniciada já em outubro e deverá se estender até o final do ano, em mais dez unidades escolares, tendo continuidade cada vez maior também ao longo do ano que vem, já que a SME possui 90 escolas, cerca de 70 urbanas. Há, ainda segundo o coordenador, o intuito de levá-la também para as escolas da Rede Estadual.

Prevê-se que até o próximo dia 20, o Cebrac divulgará os resultados sobre qual foi a escola que mais arrecadou lacres nessa primeira fase (resultado já aferido, inclusive) e qual aluno criou a resposta mais criativa para a pergunta da campanha. “Um apoio especial foi o da Record TV Cabrália, que vem nos acompanhando desde o início”, finalizou Jonatas Pinho, agradecido.

Author Description

Walmir Rosário

No comments yet.

Join the Conversation