Alto Beco Fuxico completa 30 anos e Ithiel Xavier dá nome à travessa

Ithiel Xavier, agora dá nome a rua

Fundado em 28 de outubro de 1981, o Bar do Ithiel completa 30 anos nesta sexta-feira (28) e é alvo de comemorações no Alto Beco do Fuxico. A partir das 18 horas, desta sexta, a Confraria do Alto Beco do Fuxico se reúne para bebemorar a data, relembrando os frequentadores do antigo Bar do Ithiel, que atualmente se divide em “Artigos para Beber” e “Whiskytório”.

Na festa dos 30 anos os confrades do Alto Beco do Fuxico farão reunião conjunta com a Academia de Letras, Artes, Música, Birita, Inutilidades, Quimeras, Utopia e Etc. (Alambique) para inaugurar um toldo de proteção contra sol e chuva. Toda a festa será regada com cachaça de alambique (naturalmente) e mocofato, uma das especialidades do cardápio dos confrades e acadêmicos.

TRAVESSSA ITHIEL XAVIER

Para completar a solenidade, o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) entregará aos confrades e acadêmicos cópia da lei que institui novo nome do trecho da (antiga) travessa Adolfo Leite, entre as ruas Duque de Caxias e Ruffo Galvão, que passará a se chamar “Travessa Ithiel Xavier”, numa homenagem ao fundador e proprietário do bar que deu origem à Confraria do Alto Beco do Fuxico.

Com a presença do vereador Wenceslau Júnior, uma placa com o nome da rua será afixada no local. O projeto de mudança do nome da travessa foi de autoria do vereador, atendendo à solicitação dos frequentadores do local, através de um abaixo assinado. Relatado pelo vereador Solon Pinheiro, o projeto foi aprovado quarta-feira (26), em primeira votação, e quinta-feira (27), em segundo e último escrutínio, todos por unanimidade.

JUSTIFICATIVA DO PROJETO

Segundo a justificativa do vereador Wenceslau Júnior, de comerciário a comerciante, Ithiel Pedreira Xavier construiu uma legião de amigos, que o acompanhavam por onde estivesse. No Grapiuna Tênis Clube, onde desempenhou a função de garçom, passando pelo Quintandinha, no calçadão da Ruy Barbosa, até chegar à travessa Adolfo Leite (Alto Beco do Fuxico), no trecho localizado entre a rua Duque de Caxias e a Ruffo Galvão, onde fundou um bar com o seu nome, só fez aumentar a “carteira de amigos.

Como comerciante do ramo de bar, criou um dos pontos de encontro de amigos das mais diversas classes sociais, que conviviam harmoniosamente, sem distinção de diplomas ou afazeres. Para Ithiel, o que valia era a personalidade. E com essa filosofia, estabeleceu regras próprias, distintas de outros estabelecimentos similares, onde o que prevalecia era a igualdade, tanto assim que até a cerveja era socializada. Isso mesmo, a garrafa era aberta por ele e servida de copo em copo, sendo que o pagamento era feito sob o mesmo princípio da igualdade: paga mais quem chega primeiro e bebe mais.

De 28 de outubro de 1981, quando abriu o bar até o dia 12 de setembro de 1998, quando faleceu, os frequentadores eram os mesmos, ou melhor: foram sendo ampliados, sempre de acordo com as apresentações feitas pelos amigos. Ithyel se foi, mas o bar se tornou uma instituição integrada pelos mesmos amigos, celebrando as alegrias, chorando as tristezas, numa convivência perfeita e integrada.

Oriundo de uma família de renome na comunidade itabunense, Ithiel Pedreira Xavier tornou o Beco do Fuxico, mais exatamente o Alto Beco do Fuxico, num local alegre, festivo, ponto de encontro de pessoas da comunidade itabunense. Ninguém sabia decifrar a saga grapiúna como Ithiel, reunindo pessoas das mais diferentes raças, das mais diferentes torcidas esportivas, numa entidade familiar, pois era assim que consideravam uns aos outros.

O Alto Beco do Fuxico perdeu a figura, a presença física de Ithiel, mas soube manter a mesma filosofia por ele implantada. Hoje, muitos dos pioneiros, dos fundadores, se foram e convivem com Ithiel na eternidade, mas deixaram seus filhos, parentes e amigos festejando as mesmas alegrias, nas mesmas datas, congregando pessoas, fazendo novos amigos.

E nesse dia 28 de outubro de 2011 o Bar do Ithiel, hoje transformado em dois estabelecimentos, comemora os 30 anos de vida, sempre calcado no mesmo ideal: formar uma família, nem sempre consanguínea, mas ligadas por laços fraternais.

LEMBRE A COMEMORAÇÃO DOS 25 ANOS NO CONFRARIA DO ALTO BECO DO FUXICO

Author Description

Walmir Rosario

No comments yet.

Join the Conversation