ABERTURA DE DISTRIBUIDORA DE GÁS CAUSA POLÊMICA

Em um abaixo-assinado com dezenas de assinaturas, moradores do centro da cidade denunciaram ao Ministério Público de Canavieiras, a abertura de uma empresa distribuidora de gás de cozinha. Eles dizem não se conformar com a abertura desse tipo de estabelecimento na rua Dr. João Sá Rodrigues, 313, pois nos fundos da revenda também funciona um forno de padaria.

Segundo o entender do diretor da Dantas & Gama Comércio de Gás Ltda., Danilo Dantas, o receio dos moradores é infundado, já que a implantação da distribuidora obedeceu a todos os parâmetros técnicos exigidos. “Para funcionar, além de construir o espaço dentro das normas de segurança, buscamos todas as especificações técnicas para adequar nosso projeto à segurança máxima da empresa e vizinhança”, relatou Danilo Dantas.

Abaixo-assinado dos moradores

Para o advogado João Dantas, um dos líderes do movimento contra a instalação da distribuidora de gás no local, não é possível implantar uma empresa desse tipo junto de um forno de padaria. No abaixo-assinado entregue ao Ministério Público, inclusive, os moradores ressaltam que fogo e inflamável não se misturam e que representa uma tragédia anunciada.

De novo, Danilo Dantas rebate as afirmações em relação à proximidade do forno e da chaminé da padaria, apresentando os laudos com as liberações (alvarás) da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e do Corpo de Bombeiros. No Auto de Vistoria, o Corpo de Bombeiros atestou a área como de risco alto e que poderá armazenar até 480 unidades de botijões de 13 quilos cheios.

Para o vizinho Carlos Antônio Niela, é preciso que seja feita uma análise técnica bem apurada pelos órgãos técnicos, pois toda a vizinhança está apreensiva com a distribuidora de gás. Quanto ao questionamento de Niela, Danilo Dantas ressalta que os profissionais que inspecionaram e liberaram os autos são profissionais experientes e que não aprovariam o funcionamento sem uma análise apurada e em conformidade técnica.

A empresa também conseguiu o alvará de funcionamento da prefeitura de Canavieiras e está operando na comercialização de botijões. Agora, o próximo passo é aguardar as providências a serem tomadas pelo Ministério Público, que deverá promover uma vistoria no local, com a finalidade de verificar o nível de segurança, principalmente em relação ao forno e chaminé da padaria.

Laudo do Corpo de Bombeiros

Author Description

admin

No comments yet.

Join the Conversation